Imagem capa - Lista de convidados do seu casamento: 7 dicas que você precisa saber por Orlangee Fotografia
Dicas para Noivas

Lista de convidados do seu casamento: 7 dicas que você precisa saber



Assim que um casal fica noivo surge aquele turbilhão de coisas pra se planejar e fazer, que às vezes deixa os noivos malucos. E de fato uma das primeiras coisas que os surgem a cabeça é a lista de convidados. É taaaanta gente que às vezes eles se sentem perdidos. E o medo de esquecer alguém importante?


E nesse desespero com todos os detalhes do casamento (que às vezes é até bom rsrs) muita gente acaba cometendo uma série de erros na hora de montar a lista de convidados. Mas não precisa se preocupar, tenho certeza que com a dicas desse post voce não vai ter mais dificuldades. É claro, pode ser que algumas das dicas não sirva a você (e não é necessário levá-las à risca) por algum motivo específico ou por gosto próprio, mas cada tópico deste é de extrema importância para ganhar uma visão melhor sobre essa missão que só parece ser difícil.


Confira, então, 7 dicas super importantes que irão ajudar vocês, noivos, a elaborarem a lista de convidados do casamento.


1 - Leve em conta o seu orçamento


Montar uma lista de convidados sem antes ter o orçamento para o casamento pode ser um grande erro. A quantidade de pessoas que comparecerá no dia está totalmente relacionada ao quanto que será gasto no casamento, porque ela interfere em diversos outros fatores que alteram o custo final como local, buffet, convites, etc, e isso mostra o quão importante é ter um orçamento definido.


É muito comum o casal fazer uma lista enorme cheia de convidados, e na intenção de agradar a todos mantem aquela lista  ao longo do planejamento. Só que, no final, a conta vem alta e às vezes bem acima do que os noivos podem pagar.


E não adiantaria nada fazer uma vasta lista de convidados, e no final ter que refazê-la totalmente porque o custo saiu bem acima do que tinham em mente. Quando se estabelece um orçamento para o casamento, mensurar a quantidade de convidados e montar a lista final se torna um missão bem mais fácil e prudente.




2 - A lista de convidados é uma prioridade


A lista de convidados é com certeza o primeira passo para um casamento bem sucedido, já que o restante do planejamento tem a interferência direta e indireta da quantidade de convidados. O local, convites, buffet, quantidade de bebidas, são alguns dos diversos intens que dependem dessa lista. 


Quando a lista de convidados não é tida como prioridade, o casamento pode  ter um fim desastroso. Já pensou as bebidas acabarem no começo da festa ou não ter a quantidade de acentos necessários? Ou talvez sobrar muita bebida e comida, e notar que gastou além do necessário? Esses são só alguns dos riscos que os noivos correm ao não fazer a lista com antecedência, antes de tudo. Essa lista, posteriormente, pode ser (sutilmente) alterada, mas sempre pensando em todos esses fatores de interfência.


3 - Adapte o número de convidados às dimensões do local escolhido


Casamentos na praia, no campo, na igreja, ou em casa (os famosos Home Weddings) são todos incríveis, e cada local tem sua peculiaridade e seu charme. De fato, o local do casamento depende muito do estilo da noiva e da identidade visual escolhida para o casamento. Mas o espaço desejado e principalmente o seu tamanho deve levar em conta a quantidade de convidados.


Seria muito desnecessário escolher um sítio imenso para um casamento mais íntimo com poucos convidados, além de não gerar tanta aproximação entre as pessoas, é um gasto que poderia ser evitado. Outra situação seria escolher um salão ou uma igreja que não comporta de maneira confortável todos os convidados, e cai entre nós, isso seria muito deselegante. Por isso, além de gostar do local, veja se ele comporta a quantidade de pessoas previstas para o seu casamento.


Esse terceiro item pode ser uma forma de te ajudar a escolher o local de acordo com número de convidados pré-estabelecidos  ou uma forma de filtrar a lista já feita até que a quantidade de convidados seja compatível com o número de pessoas que o local suporta.




4 - Não faça a lista separadamente


Uma medida, que alguns noivos tomam na intenção de facilitar o processo, é fazer a lista de forma separada e depois juntar. Alguns tomam essa decisão para evitar discussões ou algum tipo de conflito durante a escolha, e alguns chegam até incluir os pais nisso. Porém não podemos desesperar, e devemos enteder que o mais certo a se fazer é ter muita paciência e por na ponta do lápis cada um dos convidados, principalmente seguindo as dicas desse post, e sempre juntos.


Apesar de parecer que a escolha dividida facilita, na realidade só dificulta o processo. Quando as duas listas (ou demais) são juntadas, a confusão é implantada. Convidados repetidos embolam a lista, convidados indesejados por uma das partes aparecem por todo lado e uma série de incompatibilidade de opiniões. Além disso quando a lista de convidados é feita separadamente ela tende a ficar muito extensa e fora do orçamente, tornando-se inviável. Em todo caso, o melhor a se fazer é sentarem juntos e decidirem com bastante calma e compreensão.


5 - Comece a lista pelos convidados indispensáveis (ordem de preferência)


Definir quem vai ser convidado para o casamento é uma tarefa muito difícil e estressante para a noiva. Ela precisa levar em conta diversos fatores, desejos e interesses na decisão. E às vezes a noiva acaba procrastinando esse processo tão importante que deveria ser feito logo no início do planejamento do casamento, isso porque começar a lista já é uma tarefa difícil.


Uma maneira muito fácil de começar a fazer a lista de convidados do seu casamento é iniciando pelas pessoas mais importantes, porque com certeza elas são indispensáveis na lista. Inicie pelos familiares, amigos mais próximos e pessoas importante para os pais. Depois de construída uma lista sólida, o orçamento deve ser consultado e analisado, e depois decidido quantas pessoas a mais poderão entrar para a lista.




6 - Nunca convide alguém por obrigação


No dia do casamento, os noivos devem estar cercados pelas pessoas mais importantes de suas vidas. Além disso o dia é dos noivos e para os noivos, a vontade deles devem estar acima de tudo. Sempre leve em consideração apenas suas razões, seus motivos, que podem ser financeiros ou não. Não fique imaginando o que vão pensar de você.


Muitos noivos convidam pessoas que não fazem questão ou que não querem, apenas pela vontade de agradar alguém ou por causa de alguma influência dos pais. A questão é que isso nunca faz bem para a cerimônia. Provavelmente não haverá outro dia na vida do casal que eles irão conseguir reunir tantas pessoas importantes. E talvez ter outras que eles não querem ou não se sintam a vontade atrapalhe a magia do dia.


Já pensou ver as fotos após o casamente e apreciar todos aqueles momentos incríveis e aquelas pessoas importantes, e no meio estar cheio de convidados avulsos? Acho que não seria legal, até mesmo no decorrer da cerimônia.


7 - Não faça convites em aberto


Depois de uma lista bem feita, dentro do seu orçamento, queremos que tudo saia conforme o planejado, principalmente a quantidade de convidados presentes no dia. Um dos principais conselhos para não se ter nenhuma surpresa na hora do casamento é não fazer convites em aberto. Na hora de planejar os convites, faça convites principais para os representantes (da casa, da família)  e mini convites individuais para os demais apresentarem na cerimônia e/ou festa. Além de cortar gastos nos convites, isso garante que o número de convidados não irá extrapolar o previsto, além de evitar possíveis penetras e comilões rsrs.



[DICA EXTRA] RSVP


Para quem não conhece, RSVP é a abreviatura de Répondez S'il Vous Plaît, expressão francesa que significa "Responda por favor".  De maneira resumida RSPV é serviço que os noivos podem contratar para confirmar a presença dos convidados. Apesar de não ser um serviço muito conhecido no Brasil, o RSVP é uma ferramenta muito interessante. E é através do RSVP que os noivos pedem para que seus convidados os informem se poderão ou não comparecer ao casamento para ter um melhor planejamento do evento em geral. O ideal é que o RSVP seja enviado de 30 a 60 dias antes do casamento.


Alguns casais fazem isso por conta própria, por e-mail, telefonema ou mesmo pelos próprios convites. Mas dependendo do tamanho da lista de convidados isso se torna uma tarefa estressante e tediosa, e muitos acabam optando por profissionais ou sites que fazem esse tipo de trabalho. Apesar de alguns convidados não responderem ou não confirmarem, o RSVP devia ser uma prática comum entre os noivos no Brasil, principalmente para melhorar o controle e a organização.



Agora que você conhece as 7 dicas essenciais para a construção da lista de convidados do seu casamento, compartilhe esse post no seu facebook e ajude outras noivas a passarem por esse processo com mais tranquilidade e facilidade.